Redação em 7 Lições

Aprenda de modo fácil e descomplicado a escrever excelentes textos dissertativos para concursos públicos, vestibulares e provas do Enem. 

Com este curso, você aprende!



Redação Dissertativa


A AQUARELA DO FUTEBOL

Fonte: Diário Catarinense


Quando terminar a cerimônia de encerramento da primeira Copa do Mundo em continente africano, neste domingo, os milhões de telespectadores que acompanharam o grande evento esportivo nas últimas quatro semanas verão um vídeo com belezas turísticas, pessoas e cenários brasileiros, e com a seguinte mensagem: 'O Brasil está chamando você. Celebre a vida aqui'. Será o pontapé inicial do 20º Campeonato Mundial de Futebol da Fifa, programado para ser uma festa brasileira em 2014, mas que representa, desde agora, uma grande oportunidade para o país exibir suas potencialidades em escala planetária e também para exercitá-las em benefício do seu povo e do seu desenvolvimento.

Como disse o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, na cerimônia de apresentação do emblema da próxima Copa, somos uma aquarela de cores, sabores e sotaques. O Brasil nem precisa de mais quatro anos para apresentar ao mundo a alegria de sua gente, a energia de suas festas ou a exuberância de suas praias e florestas. Nosso país pode oferecer aos visitantes, agora mesmo, um menu de atrações turísticas, de espetáculos artísticos e de gastronomia tão variado quanto as etnias que formam sua população. Mas ainda nos falta incluir na aquarela nacional as cores nem sempre translúcidas do planejamento, da organização e do trabalho para que possamos, efetivamente, cumprir o compromisso de proporcionar ao mundo a maior festa esportiva de todos os tempos, compatível à trajetória exitosa da Seleção Brasileira, também ela a mais vencedora da história do futebol.

Falta-nos fazer muito. Ao lado dos aspectos positivos que servem de matéria-prima para os vídeos promocionais temos, também, problemas históricos, que vão da falta de segurança às deficiências do transporte público. A aquarela brasileira, infelizmente, inclui, ainda, as cores desbotadas da desigualdade social, da criminalidade, da deficiência educacional, do desemprego e da corrupção política. Mas a perspectiva de eventos internacionais, como serão a Copa das Confederações, em 2013, a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016, apresenta-se como oportunidade para o país repintar o seu arco-íris de valores, com tintas que fazem parte do nosso arsenal de possibilidades: o azul da determinação, o amarelo da criatividade e o verde de todas as esperanças.

Uma Copa do Mundo é, acima de tudo, uma vitrina para mensagens históricas e edificantes. Na África do Sul, o mundo teve a oportunidade de dizer não ao racismo, através da linguagem universal do futebol. Dentro de quatro anos, se soubermos fazer bem feito o nosso trabalho, teremos a chance de expor em escala planetária nossa comprovada vocação para a harmonia, para o diálogo e para a tolerância.

Antes disso, porém, temos que dar exemplos. Precisamos todos, autoridades políticas, lideranças empresariais e cidadãos, nos envolver na tarefa de construir a infraestrutura necessária não apenas para o atendimento do caderno de encargos da Fifa, mas também para o país que permanecerá depois da Copa. O planejamento para esta grande obra terá que incluir, necessariamente, um compromisso inarredável com a seriedade e com a transparência, para que eventuais aproveitadores não prejudiquem o trabalho coletivo de uma nação. As rivalidades de quaisquer naturezas devem ser deixadas de lado para que, juntos, possamos caminhar na mesma direção.

A próxima Copa começa hoje para todos os brasileiros, gostem ou não de futebol. Mais do que um evento esportivo, ela passa a ser uma oportunidade para o crescimento econômico e social deste país de dimensões continentais. O que estará em jogo, nos próximos quatro anos, não será apenas o hexa adiado pela Seleção de Dunga, mas também, e principalmente, o orgulho de um povo capaz de construir para o seu país um destino tão grandioso quanto o já comprovado talento de nossos craques para as vitórias no futebol. Não podemos fugir desta luta. A aquarela do Brasil de 2014, como o sol da liberdade, já brilha no céu da pátria.

Fim

Voltar ao Índice





Redação dissertativa 112: Tema: copa do mundo.Tópicos: redação dissertativa pronta, futebol, copa do mundo no Brasil, Seleção Brasileira, Copa das Confederações, Jogos Olímpicos.